Armadilhas Da Aposentadoria

Confira Dicas de Como Fugir das Possíveis Armadilhas da Aposentadoria

0
(0)

Armadilhas da Aposentadoria. Aposentados e pensionistas precisam ficar atentos para evitarem golpes. Isso porque os segurados que recebem benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) são um dos que podem ser enganados e cair nas armadilhas de criminosos.

Dentre elas estão benefício bloqueado e a necessidade de confirmar informações pessoais, dados pendentes que podem ser passados por outros meios extraoficiais (Meu INSS), falsas ofertas de liberação de recursos, rápida concessão de benefício previdenciário, liberação de 14º salário para os segurados, aposentadorias para quem nunca contribuiu com o INSS, dentre outras opções.

E muitas dessas situações ocorrem por fraudes após acesso a vazamento de dados. Depois que conseguem informações pessoais e os respectivos benefícios recebidos, fica mais fácil de convencerem os segurados de que são representantes da Instituição.

Além disso, as pessoas que estão aplicando os golpes também utilizam os dados para contratar empréstimos consignados no nome dos aposentados. E nesses casos, a advogada e Presidente do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário), Dra. Adriane Bramante, sugere “fazer um bloqueio na contratação desse tipo de empréstimo por meio do Meu INSS”.

Sem contar que o recomendado é também fazer um B.O. (boletim de ocorrência) e procurar a instituição bancária em que o empréstimo foi feito com o objetivo de tentar recuperar o valor. Mas caso não consiga, é preciso acionar a Justiça para que a situação seja resolvida.

Ainda assim, existem outros crimes, como se passar por advogados ou funcionários do INSS com o intuito de cobrar um pagamento para efetuar uma suposta vantagem ou melhoria no valor recebido. E diante deste exemplo, o ideal é que o indivíduo procure os canais oficiais de atendimento para confirmar a informação recebida.

Armadilhas da Aposentadoria – O que Fazer para Evitar Fraudes?

No caso de empréstimo consignado, uma forma de prevenir o golpe é bloqueando a opção de contratação de empréstimos no aplicativo ou no site Meu INSS:

  1. Após acessar o Meu INSS, fazer o login;
  2. Clicar em “Ver mais”;
  3. Selecionar “Empréstimo (bloqueio / desbloqueio);
  4. Clicar em “Avançar” duas vezes;
  5. Informar os dados pessoais e previdenciários;
  6. Na opção 02, clicar em “Bloqueio para empréstimo”;
  7. “Avançar” para concluir o processo.

Para evitar cair no golpe dos atrasados, em que a pessoa recebe uma carta do INSS referente a um dinheiro a ser recebido de valores atrasados, certifique-se de que realmente teve contato com os supostos advogados que se responsabilizam pelo conteúdo enviado. Caso não reconheça, ignore-a e informe o Instituto do ocorrido.

O golpe da promessa de aumentos nos valores de benefícios através da revisão também pode ser evitado por meio da contratação de um advogado de confiança. O especialista consegue estudar o seu caso e identificar se a sua suspeita de estar recebendo um valor inferior ao que tem direito procede ou não; se de fato isso se confirmar e o custo-benefício compensar, você pode dar entrada em um pedido de revisão.

Além desses, os segurados podem passar por problemas relacionados ao pente-fino. E diante disso, é importante se atentar e desligar a ligação prontamente, porque o INSS não entra em contato para pedir dados, dinheiro e fotos de documentos.

Caso venha a receber um e-mail informando sobre um problema envolvendo o benefício previdenciário, não deve clicar em nenhum link, porque ao fazer isso, os dados são roubados e as fraudes podem ser cometidas a partir desse momento. E se tiver dúvida sobre o conteúdo da mensagem, entre em contato com o INSS.

Demais Recomendações

Outras atitudes que podem ser tomadas para evitar passar por momentos complicados envolvendo fraudes são:

  • Manter os dados sempre atualizados, tais como, telefone, e-mail e endereço;
  • Negar o pedido, interromper a ligação e bloquear o contato caso alguém se passando por um membro do Instituto solicite seus dados ou fotos;
  • Caso receba alguma convocação por parte da autarquia, confira no Meu INSS ou através do telefone 135 se o pedido consta no sistema;
  • Verifique se as mensagens recebidas através do SMS são do número 280-41, que é do INSS;
  • Se precisar contatar a autarquia para cumprir algum compromisso ou realizar agendamento, utilize os canais oficiais de atendimento (Meu INSS – site ou aplicativo; agência da Previdência Social ou telefone 135);
  • Ao ligar para o número 135, você é atendido pela Helô, que pode pedir algumas informações para confirmar a identidade da pessoa;
  • Não pague taxas para se filiar a associações ligadas aos direitos dos aposentados sem conhecer o histórico da entidade;
  • Tome cuidado e verifique a procedência das propagandas e dos vídeos aos quais você tem acesso;
  • E confirme os nomes dos benefícios oferecidos, se de fato existem e se o seu perfil se enquadra nos requisitos mínimos exigidos.
Mais Informações sobre este assunto na Internet:

Como você avalia este artigo?

Clique em 5 para 5 estrelas

Média do Artigo 0 / 5. Contagem de Votos: 0

Estamos Analisando os votos

Pedimos desculpas, vamos melhorar.

Ajude-nos a melhorar nosso Artigo

Diga-nos o que não gostou.

Como você avalia este artigo?

Clique em 5 para 5 estrelas

Média do Artigo 0 / 5. Contagem de Votos: 0

Estamos Analisando os votos

Pedimos desculpas, vamos melhorar.

Ajude-nos a melhorar nosso Artigo

Diga-nos o que não gostou.

Compartilhe:

Voltar

 



Recentes na Mídia


Especialidades

Desenvolvido por In Company - Monitorado IT9 SEO Marketing Digital - Política de Privacidade